segunda-feira, 7 de junho de 2010

Mãe adolescente “esquece” filhas e vai para balada

Postado por às 16:18
Reações: 

___________________________________________________________________
Moradores de uma pequena vila localizada na travessa Barão do Triunfo, entre a avenida Pedro Álvares Cabral e o canal São Joaquim, no bairro do Barreiro, em Belém, estavam revoltados com uma adolescente de 17 anos. As reclamações e as denúncias para o Centro Integrado de Operações (Ciop) eram porque a garota costumava sair de casa e deixar suas duas filhas, uma de 3 anos e a outra de 10 meses de vida, sozinhas em um cômodo no andar superior de uma casa. Os policiais militares da 1ª ZPol, à frente o tenente Jandyr e o cabo Amorim, foram até o local após receber um chamado de policiais de uma unidade móvel da PM que fica em frente à passagem Santa Rosa, dando conta de que várias pessoas haviam procurado aquela unidade para informar que duas crianças estavam chorando muito dentro da residência e que tomaram a iniciativa de procurar a polícia porque não encontraram a mãe delas. Enquanto os policiais estavam colhendo informações da ocorrência, uma garota de camisa vermelha e short jeans passa em frente ao trailler da Polícia Militar acompanhada de uma outra menina aparentando ser mais nova ainda. Elas riam e conversavam sobre a festa que havia acontecido em um local próximo à residência delas. O tenente Jandyr foi até o local e chegou ao mesmo tempo que as duas adolescentes estavam entrando na casa denunciada. “Algum problema?”, pergunta a adolescente ao policial. “Recebemos a informação de que nesta casa há duas crianças chorando e que a mãe não está presente”, responde o tenente Jandyr. “Isso não é verdade. Esse pessoal não tem o que fazer e fica inventando histórias”, retruca a adolescente, que logo confirma ser a mãe das crianças. O tenente Jandyr pede para entrar na casa, a adolescente chega a negar, mas em seguida cede ao pedido do militar, que, ao entrar no local, encontrou a menina de 3 anos dormindo e a de 10 meses chorando. “Vimos que realmente não havia ninguém dentro da casa e que as meninas estavam sozinhas. Isso é um perigo muito grande”, conta o tenente Jandyr, ao relembrar da tragédia ocorrida no mês passado em que uma mãe deixou seus três filhos para ir a uma festa e a casa acabou pegando fogo, matando as crianças, no bairro do Aurá, município de Ananindeua. A casa de apenas um cômodo onde a adolescente mora com as crianças fica no quintal de uma vila de moradias de madeira. “Iremos levá-las até o Conselho Tutelar para que seja feito o procedimento por abandono de incapaz”, informa o tenente Jandyr. A adolescente chegou a chorar e negar que tinha deixado as crianças sozinhas, mesmo sabendo que os policiais militares viram o momento em que a adolescente chegava em casa. A adolescente, que não quis informar quem é o pai das crianças, e suas filhas foram levadas até o Conselho Tutelar da Sacramenta, onde foram tomadas as devidas providências sobre o caso. “A gente pede para que as mães tenham mais cuidado com os seus filhos e, caso haja mãe que maltrate seus filhos ou abandone em casa, que denunciem para a polícia, para que seja resolvido o problema antes que mais tragédias aconteçam”, avisa o tenente Jandyr. OUTRA VEZ Caso semelhante a este aconteceu no início do mês passado, quando outra adolescente de 17 anos saiu para uma festa e deixou em casa seus três filhos sozinhos. A denúncia partiu de moradores da WE-69, na Cidade Nova 7, em Ananindeua, que acordaram por volta das 3h com o choro de uma das crianças. Os policiais da 3ª ZPol e o Ciepas da PM foram acionados e chegaram ao local antes que alguém da família aparecesse. Alguns vizinhos já estavam em frente à casa da adolescente com uma das crianças no colo, após terem arrombado a porta para socorrê-las. Poucos minutos depois, a avó das crianças de 1, 4 e 7 anos chega à casa da filha e encontra o tumulto. Ela chegou a confirmar ao repórter do programa Rota Cidadã 190 que sua filha havia saído para uma festa com os amigos e que deixou seus filhos em casa na companhia da avó, que também saiu para fazer um lanche e, quando retornou para casa, encontrou a polícia e os vizinhos revoltados com a situação. A adolescente não foi encontrada e a avó foi conduzida junto com as crianças para a Seccional da Cidade Nova e, em seguida, ao Conselho Tutelar de Ananindeua. ____________________________________________________________________



E Galera e isso ai Guando eu Li eu Achei Um Absurdo uma mãe que nao tem amor as Prorias filhas que sai tudo beim Nê ! deicha as Filha com alguem que cuide beim das crianças e se Acontesse alguma coisa com aquelas duas Crianças ela ia se Arrepende pro resto da Vida! isso ai galera continue comentando e mi siguindo { TAMO JUNTO } !!


Um Beijo Lô !

1 comentários:

Niick França on 4 de julho de 2010 18:58 disse...

ooi *-*
amei seu blog, quando vi o nome logo bateu a curiosidade. Sua ideia é fantástica e ajuda muitas meninas que passam ou passaram por isso. AHAZOOOU ;)

Se puder passa no meu blog, http://blogdaniiick.blogspot.com

bjbj ;*

 

Adolecentes Gravidas Copyright © 2009 Baby Shop is Designed by Ipietoon Sponsored by Emocutez