segunda-feira, 24 de maio de 2010

É possível evitar gravidez na adolescência

Postado por às 17:06
Reações: 



Os índices de gravidez na adolescência são alarmantes num país como Brasil, em pleno crescimento econômico e com maior participação de pessoas de baixa instrução no mercado consumidor. Pelos dados oficiais do Datasus – Ministério da Saúde – 24% dos bebês nascidos vivos no Brasil em 2005 são filhos de meninas entre 10 a 19 anos. No estudo Juventudes Brasileiras, realizado pela UNESCO, 25% das meninas que engravidam na adolescência abandonam a escola. A evasão escolar é uma das conseqüências imediatas da gravidez na adolescência.

Os pais transferiram para a escola a obrigação de ensinar e discutir educação sexual. Há 15 anos, o Instituto Kaplan desenvolve metodologias que promovem capacitação de profissionais para explicar como a sexualidade deve ser vivida, sem interromper sonhos. Quando trabalhamos com educação e saúde pública, temos que ter em mente nossa responsabilidade. Descobrimos que, com vontade política e investimento no capital humano, é possível diminuir a gravidez na adolescência.

O Instituto Kaplan, com parceria da Pfizer, elaborou um projeto em 14 municípios do Vale do Ribeira, uma das regiões mais pobres do Estado de S.Paulo. O “Vale Sonhar” conseguiu diminuir 91% o índice de gravidez na adolescência em 14 municípios, por meio de um curso de capacitação em sexualidade para professores das escolas estaduais e educadores do Programa Escola da Família; além de formação da rede comunitária de prevenção de gravidez na adolescência – REGA. A dramatização de situações como: fazer uma viagem ao futuro estando grávida e perceber o adiamento dos sonhos de estudar e fazer uma carreira, foi uma eficaz aliada da informação para conscientizar os adolescentes.

Esse trabalho foi emblemático e as secretarias de educação dos estados de Alagoas, Espírito Santo e São Paulo adotaram o Projeto Vale Sonhar, capacitando seus professores da rede pública, totalmente voltados para o bem estar do adolescente, a diminuição da evasão escolar e a prevenção de saúde. Ganha a sociedade, que terá um adolescente se preparando para o mercado de trabalho e menos crianças na rua ou criadas pelos avós, engrossando estatísticas de país subdesenvolvido.

O Projeto Vale Sonhar tem seus reflexos no comportamento desses jovens, mas impacta positivamente no sistema de saúde, na produção escolar e na possibilidade de formar talentos para o mercado. Os professores ficam motivados porque o resultado se vê na maturidade dos alunos e na perspectiva de vida melhor pelo estudo.

É necessário encarar a gravidez na adolescência como um problema da sociedade! Criar um círculo virtuoso é dever do estado, apoiado pela responsabilidade social de empresas, dos profissionais de ONG´s e OCIP´s, de professores comprometidos com o futuro intelectual da nação, de profissionais de saúde envolvidos e de pais que querem um futuro melhor para seus filhos.

A escola representa o principal espaço de sociabilização de crianças e adolescentes. Isto, associado ao tempo cada vez mais reduzido que os pais ficam com seus filhos, faz da escola uma das principais fontes de aprendizagem da convivência em grupo que podem contribuir para a saúde e da qualidade de vida de seus alunos.

11 comentários:

DaN... on 24 de maio de 2010 19:36 disse...

Parabéns pelo exemplo. É tudo que eu posso dizer à você.

Fabiano on 24 de maio de 2010 19:39 disse...

menina, eu não postei abaixo, mas quando li o que escreveu na comunidade não hesitei em visitá-la. acho louvável tudo que escreveu, mas o que me espanta é como na maioria das vezes meninas como vc só pensam nesses temas depois de passarem por eles. vendo suas fotos grávidas é possível ver que seu corpo ainda está em fase de desenvolvimento. te desejo toda sorte do mundo nessa nova etapa da sua vida e espero mesmo que seu blog sirva de alerta para outras CRIANÇAS como vc.
abraços.
fabiano

Dayane Figueiredo on 24 de maio de 2010 19:41 disse...

Parabens mesmo pelo blog e por alertar outras adolescentes...seu blog ta lindoo! beijoss

Shirley Arch on 25 de maio de 2010 05:51 disse...

boa iniciativa amiga, parabéns.

MaLu on 27 de maio de 2010 12:49 disse...

estou adorando o seu blog.
adorei essa matéria.
as vezes essas pesquisas esquecem de contar ou não conseguem alcançar o numero de adolescentes que QUEREM e TENTAM engravidar... triste...
mas adorei essa postagem, perfeita ^^

Lais on 30 de maio de 2010 11:04 disse...

lô seu blog ta com muiitos exemplos bons parabens

Luisa on 30 de maio de 2010 12:16 disse...

muiiiiiiiiiiiito maaneiiro Lô , o seeu bloog .

Anônimo disse...

Adorei o site. acho que ser mae é magnifico. Eu tenho 80 anos e fui agora mae pela primeira vez. E maravilhoso!! Gosto muito de você... BJs meus e de toda a minha familia

Anônimo disse...

OLA QUERIDA GOSTARIA MUITO DE TELA COMO AMIGA NO ORKUT,LI SUA HISTORIA NÃO FOI MUITO DIFERENTE DA MINHA ,MAS TENHO UMA CONHECIDA QUE ESTA GRAVIDA MANDEI MENSAGENS DE APOIO ELA ME EXCLUIU KKKKKK QUE PENA,MAS ENTÃO PODEMOS NOS CONHECER NO ORKUTE! SEU FILINHO ´E LINDO EU JA TENHO DOIS O MAIS NOVO TEM 2 ANINHOS!

sara on 23 de novembro de 2010 04:20 disse...

EU vivi uma historia assim.
tenho uma filha de quatro anos ,
poso dizer que a ensino mais aprendo muito com a luz da minha vida..

Anônimo disse...

Isso é verdade. Muitas meninas fazem isso .
Eu sei q eu to gravida mais jamais abandonarei a escola.

é muitas adolescênte está gravida, isso pra mim ja e normal.

 

Adolecentes Gravidas Copyright © 2009 Baby Shop is Designed by Ipietoon Sponsored by Emocutez